Um livro para ser lido, relido, imaginado e interpretado: Neuromancer

Hackers, ciberpunk, tecnologia, matrix, simstim, modificações corporais, drogas, álcool. Eu seria muito simplório se eu resumisse toda a obra produzida pelo brilhante autor William Gibson com apenas estas palavras. Uma novela que, sinceramente, irá perpetuar por gerações e gerações. Intrigando, inspirando e promovendo uma cultura que hoje conhecemos como cibercultura, o livro em questão é o Neuromancer

O texto foi produzido em 1988 e antecipa tecnologias e ideias que só seriam possíveis anos depois de sua publicação. Realidade virtual, robôs, ciborgues, e operações mirabolantes misturando funções orgânicas e cibernéticas, serviu, inclusive, de inspiração para um dos filmes mais conhecidos de Hollywood: The Matrix. E, também, o mangá (que depois virou anime e filme) Ghost in The Shell (que por sinal, na minha opinião, é o melhor anime de todos os tempos).

92650-1

Hosaka é uma AI (inteligência artificial) que aparece durante o livro e interage com os personagens de acordo com a “necessidade”.

Quando comecei a ler o romance, me esforcei ao máximo para que eu pudesse interpretar todo o conteúdo escrito por Gibson nos moldes do que foi o filme estrelado por Keanu Reeves. Atitude errada. O comportamento de Case (personagem do Neuromancer) sua aparência e reações se dão de forma completamente diferente de Neo (personagem do filme Matrix). Outras figuras como Molly, Armitage e o Wintermute fez da minha cabeça um pouco confusa ao imaginar todo aquele conteúdo nos moldes propostos pelos irmãos Wachowski.

matrix1

Já em Ghost in The Shell, os personagens foram muito bem interpretados. Invertendo os papeis principais do livro Neuromancer, no anime, a coadjuvante da série é a ciborgue Motoko Kusanagi (mais conhecida como Major), ao invés de Case (ou Neo, em Matrix).

Se pretende ler o livro, tenha preferência para um período do dia, da semana, do mês ou da vida que esteja com um tempo extra. Demore em cada página, capítulo ou parte, pois todo o conteúdo é interligado como uma rede. Cada acontecimento leva você a concluir coisas que estão implícitas na obra. Esqueça Neo, esqueça Morfeu e até a Nabucodonosor (a nave mais conhecida do filme Matrix). Todos estes elementos pertencem a obra cinematográfica, já os elementos do livro, é outra coisa. Uma coisa muito maior, complexa e instigante.

Na minha opinião um livro que é relativamente pequeno. Porém, se tornou grande devido a complexidade que o autor expõe as cenas, os cenários e as características dos personagens. A cada página, minha vontade foi de pegar um caderno sem pauta para desenhar todos os detalhes que eram contados. Ao ponto de eu demorar um dia inteiro lendo um único capítulo, me esforçando para reconstruir aquelas palavras na minha mente.

wm-design-0

Inclusive foi feito um game intitulado Neuromancer (que para ser sincero eu ainda não joguei)

Caso tenha se interessado pelo livro, não pense duas vezes em adquiri-lo. Na verdade a proposta do autor é ler todos os livros que formam uma trilogia chamada de Trilogia Sprawl. Infelizmente, por enquanto, só li o primeiro livro da série. Ao final do livro, pelo que me parece, existe uma abertura para a continuação do trama do cowboy (hacker) Case e seus “parceiros”. Aqui no Brasil a série é publicada pela editoria Aleph (especializada em romances científicos), a média de cada edição varia de R$ 44,00 à R$39,00. Independente do preço, vale a pena abrir um espaço na prateleira para estes livros, que por sinal, são de tirar o fôlego.

————————————————————————————————————

avatar_lucas_portilhoLucas Portilho
correio.portilho@gmail.com

Alguns o chamam de nerd, CDF ou geek, mas na verdade é tudo isso e mais um pouco! Tem mania de pesquisar tudo sobre tecnologia. Gosta de jogos eletrônicos e seu esporte favorito é o… Hockey Sobre a Grama (heim?). Pessoas sedentárias têm sua simpatia (afinal é uma delas). Quote: “May the force be with you, or not, you can choose!”

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s