“Rei Arthur” para quem curte um drama histórico

Rei Arthur é um filme de drama histórico dirigido por Antoine Fuqua. Baseado em uma história que aconteceu na “Idade das Trevas, teve seu lançamento em 2004. Foi gravado nos Estados Unidos, Irlanda e Reino Unido.

O enredo

Arthur (Clive Owen) é um líder nato que deseja voltar para Roma, local onde quer viver em paz. Antes de realizar tal sonho é obrigado a sair em uma missão com os cavaleiros da “Távola Redonda”, formado por Lancelot (Ioan Gruffudd), Galahad (Hugh Dancy), Bors (Ray Winstone), Tristan (Mads Mikkelsen) e Gawain (Joel Edgerton). Nesta missão, Arhur prevê que inevitavelmente Roma irá cair, e que Bretanha precisará de alguém único como ele para guiar a ilha aos novos tempos, além de proteger seu povo de perigos e ameaças externas. Com a orientação de Merlin (Stephen Dillane) e com o apoio da corajosa Guinevere (Keira Knightley), Arthur decide permanecer no país para liderá-lo.

11107179_819391521476522_288793934877966989_n

O filme é extremamente empolgante do início ao fim. O mais interessante é o enredo, que prova que inimigos podem virar amigos desde que tenham algo em comum.

Este foi um dos melhores filmes que já vi sobre a “Idade das Trevas”, pois tem como foco a coragem, o respeito, a audácia, a estratégia, e a mais importante virtude de todas, a lealdade. As cenas que envolvem arcos e flechas são sensacionais.

Na minha opinião, vale à pena conferir este longa. 😉

Anúncios