Todos os posts de Gabriela Calazans

Na dúvida, vou sempre para a esquerda! | Feminista | Vegetariana | Projeto de Jornalista | Tricolor, graças a Deusa.

Minha quase mole vida

Nos encontramos em músicas, poesias, personagens literários e até no mundo da fantasia.  Seria fantástico se pudéssemos viver em um mundo ilusório por alguns dias, ou pelo menos por algumas horas. De volta, com os pés no chão, aceito a minha realidade e vejo que o que desejo é um pouco demais. Aparentemente, os dias passam cada vez mais rápidos. Acumulamos mais tarefas e obrigações. Tempo para pensar na vida se torna uma coisa automaticamente banal. Até porque, com a quantidade de tarefas que precisamos resolver durante o dia, é praticamente uma loucura parar para refletir em como estamos vivendo e de que forma esse estilo de vida nos atinge positivamente ou negativamente. Aproveitando, faça alguns questionamentos:

  • Como eu uso meu tempo?

  • Como convivo com as pessoas?

  • O que eu almejo?

Continuar lendo Minha quase mole vida

Anúncios

Seu estilo de vida liberta a sua mente?

Entende-se por liberdade o direito de agir de acordo com a própria vontade, ou em uma das perspectivas da filosofia, segundo seu livre arbítrio. Na teoria funciona muito bem. Acompanhamos nas redes sociais postagens diárias sobre o tema. Frases de grandes escritores, imagens impactantes, páginas direcionadas ao assunto. Mas e na pratica?

A prática é o que te faz sair do campo da auto-ajuda.  Adianta só falar e não fazer? Quantas perguntas, você deve estar aí se questionando? Dar um pause na rotina as vezes é necessário para refletimos um pouco sobre o nosso estilo de vida. Afinal o que fazemos hoje é resultado do “eu” de amanhã. Aproveitando… Te sugiro mais algumas perguntas:

Cássia – O Filme

Cássia Eller teve sua carreira marcada na década de 90, com musicas que emplacaram e são ouvidas até hoje. Embora curta, sua trajetória na musica foi muito importante. Gravou em torno de dez álbuns em doze anos de carreira.

Estreia hoje no cinema nacional o documentário que apresenta relatos inéditos da vida de umas das maiores interpretes da musica brasileira.  O filme conta com relatos de outros músicos, também fotos e vídeos da cantora.

O longa apresentará as várias faces de Cássia, desde a cantora explosiva nos palcos a mãe carinhosa e mulher de família.  Em diversas entrevistas o produtor do filme, Paulo Henrique Fontenelle, conta que recebeu permissão e dicas da mãe e da irmã de Cássia, bem como da esposa da cantora, Maria Eugenia, e de seu filho, Francisco Eller.

Sem demonizar e nem santificar a cantora, o produtor vai traduzir através do filme a verdadeira Cássia Eller, fugindo dos padrões midiáticos e mostrando a sua grandeza.

—————————————-

avatar_gabriela_calazansGabriela Calazans

gabrielacalazanslopes@hotmail.com

Aspirante a jornalista, curiosa sempre e ansiosa por natureza! Tricolor apaixonada! Coração valente e coluna de 80. Trabalhos sociais a encantam! Ama ler. Mas é bem chata… Romances e auto-ajuda não são seu forte. Os modinhas ela deixo de lado também. Viaja em seus roteiros (mentais). Nas horas vagas alegra a vida das pessoas (ou perturba rsrs). Assiste a seus filmes favoritos repetidas vezes. Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban encabeça essa lista. Metida a técnica de informática e fã das vídeo-aulas do youtube. Sociável! Questionadora! Sonhadora! Palhacinha! Ela, Gabi!

Coloque Alice na sua lista de livros para ler em 2015!

Eu sempre ficava naquela: Ah! Alice é um livro de criança! Que babaquice! Um belo dia cheguei a faculdade e uma colega de turma estava em dúvida sobre prosseguir no curso e então a professora virou para ela e disse: Você conhece a historia da Alice? Não – respondeu a menina.  E então ela citou uma das partes mais legais do livro onde Alice pergunta ao Gato de Cheshire qual caminho deve seguir, sem saber para onde ir. Sabiamente o gato responde que para quem não sabe aonde ir qualquer caminho serve.

Não sou muito fã de clichês, mas naquele momento essa frase soou nos meus ouvidos como aquelas frases de efeito impactantes. No outro dia comprei o livro e não consegui parar de ler! Me surpreendi em cada pedaço. A riqueza de detalhes usada pelo celebre Lewis Carrol é surpreendente!  E dá para acreditar que ele era matemático? Pois era! E essa obra tem até certas doses de matemática e física. Você não está acreditando, né? Mas podemos percebê-las nas discussões sobre relações inversas travadas entre o Chapeleiro e a Lebre, na ponderação sobre o conceito de “limite”, feita quando Alice se vê encolhendo magicamente. Obviamente que tudo de maneira muito abstrata.

Mas então por que ler Alice?

20150123_202140

Porque te faz pensar. Te remete ao mundo ilusório das maravilhas, onde tudo de mais louco pode acontecer. Onde você se perde por diversas vezes, entende-se perder não por caminhos, mas sim como desconhecer-se pessoalmente.  E, diga-se de passagem, quantas vezes não encontramos o “Coelho apressado” em nossos caminhos reais? Usando as teorias da semiótica podemos fazer traduções dos personagens para o mundo.  A escritora Ana Maria Machado diz que Alice é uma história que não adianta contar ou resumir, porque o que ela tem de divertido é o fato de conseguir fazer o leitor “pensar e sorrir ao mesmo tempo, na iluminação íntima de entender uma coisa inteligente”.

Quer uma dica para 2015? Leia Alice no País das Maravilhas! Aceita outra dica? A edição da Ed. Jorge Zahar da coleção “bolso de luxo” é linda (capa dura, ilustrações originais e contém a continuação da obra “Alice através do espelho”). Além do mais é baratinha! E se você já dispensou o formato de livro físico não tem problema, já encontramos Alice na versão digital e da mesma editora.

20150123_202009

Boa leitura!

—————————————-

avatar_gabriela_calazansGabriela Calazans

gabrielacalazanslopes@hotmail.com

Aspirante a jornalista, curiosa sempre e ansiosa por natureza! Tricolor apaixonada! Coração valente e coluna de 80. Trabalhos sociais a encantam! Ama ler. Mas é bem chata… Romances e auto-ajuda não são seu forte. Os modinhas ela deixo de lado também. Viaja em seus roteiros (mentais). Nas horas vagas alegra a vida das pessoas (ou perturba rsrs). Assiste a seus filmes favoritos repetidas vezes. Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban encabeça essa lista. Metida a técnica de informática e fã das vídeo-aulas do youtube. Sociável! Questionadora! Sonhadora! Palhacinha! Ela, Gabi!

Então é Natal!

As férias se aproximaram, dezembro chegou e com ele o Natal.  O primeiro sentimento que vem a tona nessa época é que o ano está acabando.  Em seguida vem as loucuras de fim de ano, por exemplo,  família chegando e os presentes de amigo oculto das infinitas confraternizações.  Uma loucura cultural! Você pode até não gostar, mas raramente vai deixar de participar.

O Natal é a festa da família. Então todos os anos, mais ou menos em Novembro, todo mundo já começa fazer contato para ver onde vai ser a festa.  Pronto, o furdúncio tá armado!  Durante a semana, chegam os parentes e agregados. E geralmente tudo que você organizou não dá certo, mas esse é o clima, toda bagunça no final da certo. Afinal é Natal!

Mal amanheceu e uma galera já está na cozinha preparando a grande Ceia. No dia 24 de dezembro todas as outras refeições são corridas. Todos aguardam mesmo as doze baladas do relógio para se lançar no banquete. É verdade que a pior piada do Natal vem nessa hora, em fim é “pavê” ou “pacumê”?  Ninguém aguenta mais a frase cômica do tio “legal”, mas ele continua achando que está arrasando. Da mesma forma as tias ultra “gente boa” que não cansam de perguntar sobre seus relacionamentos.   E elas sempre querem saber tudo. Você faz aquela cara de paisagem…deixar que continuem perguntando? Jamais!

tumblr_n57p1i7NSH1ql5yr7o1_500

Os anos estão (aparentemente) passando cada vez mais rápido.  O trabalho nos consome, a faculdade suga e as reuniões de amigos e família ficam sempre para depois. Mas depois quando? Elas nunca saem do papel ou das conversas no WhatsApp. O ano passou e nada foi feito. E aí sim, outro Natal chegou e não se tem pra onde fugir. Que bom! Demorou, mas as festas vão se concretizar.

O Natal é isso, compartilhamento, alegria e festa. É reunir a família para relembrar historias, para contar um pouco de como foi o ano. É o momento de rir das piadas mais sem graças do mundo. É dia de aturar os parentes chatos e ficar imensamente feliz de matar a saudade dos legais. É deixar a dieta de lado e ganhar uns quilinhos. Por que não?  Podia ser assim o ano todo, né? Mas já que não é, vamos aproveitar cada segundo da magia desse dia.

Então…

Feliz Natal!

—————————————

avatar_gabriela_calazansGabriela Calazans
gabrielacalazanslopes@hotmail.com

Aspirante a jornalista, curiosa sempre e ansiosa por natureza! Tricolor apaixonada! Coração valente e coluna de 80. Trabalhos sociais a encantam! Ama ler. Mas é bem chata… Romances e auto-ajuda não são seu forte. Os modinhas ela deixo de lado também. Viaja em seus roteiros (mentais). Nas horas vagas alegra a vida das pessoas (ou perturba rsrs). Assiste a seus filmes favoritos repetidas vezes. Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban encabeça essa lista. Metida a técnica de informática e fã das vídeo-aulas do youtube. Sociável! Questionadora! Sonhadora! Palhacinha! Ela, Gabi!