Rascunhos artísticos em guardanapos nunca mais

Constantemente me impressiono com a velocidade dos avanços tecnológicos. Talvez a área da arte esteja sendo a mais favorecida com este progresso. É claro que todas as áreas do saber acabam sendo influenciadas pela habilidade que os meios artificiais possuem. Porém nunca na história da humanidade ficou tão fácil produzir algo ao mesmo tempo artístico e original. Provavelmente fomos fortemente impactados pela quantidade (praticamente infinita) de informações submetidas, às vezes, “goela abaixo”.

Aproveitando este tema “Big Data“, vamos botar a cabeça para funcionar! Imagine essa situação: você está na rua, mais precisamente em um coffee shop, tomando um delicioso café. De repente sua mente começa a trabalhar de forma tão impulsiva que você se sente obrigado a pegar um pedaço de papel e começar a rabiscar. Neste momento tudo pode servir de rascunho para um possível projeto: guardanapo, cupons de compra, as mãos, um pedaço de folha de papel e por aí vai.

Neste ponto, comecemos a sonhar: e se existisse uma forma de você rabiscar as suas ideias analogicamente e, de forma automática, passasse todo o trabalho para a tela do computador? Melhor ainda! Imagine a possibilidade de você passar todo aquele conteúdo produzido “a papel e lápis” para um software da Adobe, como, por exemplo, o Illustrator ou Photoshop?

Seus problemas acabaram“, pois um anúncio feito no dia 20 de Novembro na página do blog da Adobe veio para revolucionar o modo de produção artística mundial: a criação de um caderno que “conversa” com um aplicativo ligado ao celular, ou a um tablet, que converte os seus rabiscos em pixels. Como? Veja o vídeo a seguir para você ter uma ideia de como funciona:

A TechCrunch recentemente também publicou um vídeo mostrando a experiência dos especialistas do canal ao utilizar a nova ferramenta. E há de convir… como foi dito no próprio título da matéria: “Using Moleskine’s New Smart Notebook is Like Magic” (Usar o Novo Caderno Inteligente da Moleskine é Como Mágica).

Para a utilização da ferramenta, é necessário ter instalado no seu dispositivo iOS (os usuários de Android ainda não possuem o acesso a tal ferramenta) um aplicativo disponibilizado na AppStore gratuitamente. Após instalar o app no aparelho, basta começar a fazer os seus rascunhos no caderno inteligente, para torna-los digitalizados através do “Moleskine Criative Cloud Connected”. Seguindo os passos da imagem abaixo, é possível ter uma ideia de como é feito o processo de digitalização:

moleskine

Pensem nas possibilidades de criação de conteúdo? Toda delicadeza das mãos “analógicas” agora poderá ser interpretada pelo seu celular ao alcance de um “click” “toque”.

Tatuadores, designers, pintores, desenhistas e outras profissões que exigem precisão na hora do “rabisco”, poderão utilizar esta ferramenta de forma auxiliar no desenvolvimento de ideias. Porque o limite não está no alcance das mãos, e sim na imaginação. And then, may the force be with you. Or not, you can choose.

—————————————–

avatar_lucas_portilhoLucas Portilho
correio.portilho@gmail.com

Alguns o chamam de nerd, CDF ou geek, mas na verdade é tudo isso e mais um pouco! Tem mania de pesquisar tudo sobre tecnologia. Gosta de jogos eletrônicos e seu esporte favorito é o… Hockey Sobre a Grama (heim?). Pessoas sedentárias têm sua simpatia (afinal é uma delas). Quote: “May the force be with you, or not, you can choose!”

A arte inspiradora de Jeremy Geddes

Não sei vocês, mas constantemente alguma arte divulgada na internet me chama a atenção. Imagens como pinturas, gráficos e desenhos feitos analogicamente ou pelo computador. Inclusive, algumas delas eu salvo para poder ficar observando.

Aqueles que gostam de jogos de terror ou ficção científica vão adorar os trabalhos do australiano Jeremy Geddes. Infelizmente você não encontra facilmente informações sobre o autor na internet, mas sem dúvida é um artista que merece uma “mineração na internet”.

Descobri que ele vive e trabalha em Melbourne (Austrália), estuda arte desde os anos 90, e trabalhou inicialmente com videogames, sendo, inclusive, diretor de arte.

Seus trabalhos já foram apresentados em diversos países do mundo, da China aos Estados Unidos. Atualmente ele trabalha com pinturas (no primeiro contato que tive com as imagens pensei que eram feitas inteiramente pelo computador).

Jeremy possui um site, um Instagram, um grupo no Facebook e um blog (que, por sinal, é o “lugar” onde ele mais faz “aparições”).

O artista é ganhou prêmios o Spectrum Awards, The Crichton Award Shortlist, CBC Noteable Books 2006 e The Aurealis Awards 2005.

Você pode conferir algumas das obras dele logo abaixo (faça como eu: separe um tempo do seu dia para poder ficar observando as imagens e aproveite para ir além. Imagine aquele conteúdo em uma história, animação ou até em um filme):

02a

The Red Cosmonaut /// 2009 /// Óleo sobre Tela /// 26×27 polegadas

thestreet

The Street /// 2010 /// Óleo sobre Tela /// 34×25 polegadas

Miserere 6

Miserere 6 /// 2012 /// Óleo sobre Tela /// 18×18 polegadas

Cluster

Cluster /// 2011 /// Óleo sobre Tela /// 44.5×44.5 polegadas

Miserere 2

Miserere 2 /// 2012 /// Óleo sobre Tela /// 18×18 polegadas

Begin Again

Begin Again /// 2012 /// Óleo sobre Tela /// 21 1/2×25 polegadas

aperfectvacuum

A Perfect Vacuum /// 2011 /// Óleo sobre Tela /// 20×35 polegadas

adrift

Adrift /// 2011 /// Óleo sobre Tela /// 29.5×29.5 polegadas

Quer ver mais? Visite a página do artista.

————————————————————

avatar_lucas_portilhoLucas Portilho
correio.portilho@gmail.com

Alguns o chamam de nerd, CDF ou geek, mas na verdade é tudo isso e mais um pouco! Tem mania de pesquisar tudo sobre tecnologia. Gosta de jogos eletrônicos e seu esporte favorito é o… Hockey Sobre a Grama (heim?). Pessoas sedentárias têm sua simpatia (afinal é uma delas). Quote: “May the force be with you, or not, you can choose!”

Streaming online: você está fazendo isto certo!

O que é um nerd para vocês? Ou um geek? Ou qualquer outro “ser” do gênero?  Aposto que devem ter imaginado um cara relativamente “cheinho” que gosta de fast food, jogar videogame, barbudo (ou não) e extremamente preguiçoso. Se você tem o costume de assistir filmes Hollywoodianos, provavelmente seu preconceito vem daí, e sua concepção de nerd/geek está certa errada. A verdade é que existem nerds/geeks que gostam de coisas “um pouco diferentes”.

Como assim?

Já imaginaram um nerd jogando bola? Praticando algum exercício físico? Ou simplesmente cuidando do corpo em uma academia, ou até frequentando um nutricionista? É… eu também não consigo imaginar isto para te ser sincero.

Se quiserem saber, eu me considero geek. Gosto muito de tecnologia, acho programação divertido e gosto de passar finais de semana na cama assistindo tutoriais e vídeos aleatórios no YouTube. Por falar em vídeo online, o tema deste artigo provavelmente vai agradar “todos os seres da natureza”: eventos transmitidos ao vivo pelo YouTube.

Há cerca de um ano tive a oportunidade (sem querer) de assistir uma partida de Hockey Sobre a Grama pelo YouTube. Foi algo bem “sem querer, querendo”! Estava pesquisando sobre Hockey no Google, e por acaso achei a página oficial da Federação Internacional de Hockey, mas… pera aí! Não era o hockey que muitos de nós conhecemos, era um pouco diferente… Não era praticado no gelo, não tinha o clássico disco preto e os jogadores não vestiam armaduras. É praticado na grama, por homens e mulheres, e no lugar do disco há uma bola (as vezes amarela, as vezes branca), além de ser um jogo extremamente sincronizado.

Tá, mas e daí? O que isto tem a ver com nerds/geeks? Você, fã de futebol, provavelmente assiste as partidas do Campeonato Brasileiro pelo website do Esporte Interativo (estou fugindo do convencional O.K? O bom mesmo é assistir no bar, na frente da televisão e com os amigos. Isto para pessoas “normais”). Por acaso, assim, por acaso MESMO, já assistiram a alguma partida de Hockey Sobre a Grama no canal aberto? Ou até mesmo no canal fechado?

“Eu já!” (fala a verdade: foi durante as olimpíadas certo? O.K, vou te dar um desconto, mas durante um evento internacional que reúne diversos esportes… hmm… sinto muito, não conta).

Onde eu fui encontrar transmissões ao vivo de um esporte que “eu conheço tão pouco e já considero pacas?”. No YouTube, é claro.

Transmissões ao vivo, entrevista após os jogos, narração simultânea e a compilação dos melhores momentos, tudo disponível para o acesso durante as partidas e depois. Quer algo melhor do que isso?

De um ano para cá a coisa ficou mais séria a partir do momento que eu comecei a acompanhar os campeonatos diariamente com direito a análise das partidas. Quer algo mais nerd do que isso? Tá vendo? Neste ponto do texto você deve está pensando… “Ah! Se for considerar isto eu também sou um nerd de futebol!” Bingo.

Acho que essa coisa de nerd é algo relativo quando consideramos um esporte legal. Bem, já estou fugindo do tema deste post. Eu quero chegar no seguinte: o que eu faço para acompanhar eventos ao vivo, sendo que a grande maioria deles acontecem em outros países, com fuso horários diferentes e tudo mais? (42*).

Confiram algumas imagens a baixo para entenderem como funciona esta nerdice:

International Hockey FederationPrimeiro, eu estou sempre antenado com a agenda dos campeonatos da FIH (Federação Internacional de Hockey). Segundo, eu verifico periodicamente as tabelas dos jogos para saber quando será e se haverá transmissão pelo YouTube.

Na imagem acima os jogos ainda iriam acontecer no dia, sendo “Upcoming” os que ainda vão acontecer, “Warmup” os em preparação e “LIVE”, ao vivo.

Current local time in Bhubaneshwar  Orissa  India

Assim que é definido onde e quando serão as partidas do dia, eu visito a página da timeanddate.com para verificar qual será a diferença entre o horário aqui do Brasil e do país em que ocorrerá a partida. No caso abaixo, as partidas ocorreram na Índia.

Argentina vs India   Men s Hockey Champions Trophy 2014 India Group B  7 12 2014    YouTube

Tudo já preparado, Coca-Cola comprada, deitado na cama, porcarias (Doritos e coisas afins) abertas e pronto! Trinta minutos antes da partida, a transmissão do jogo entra em Standby. Este é o momento da “confraternização”: outros perfis do YouTube começam a “pipocar” na janela de chat do canal postando coisas em Caps Lock, torcendo para o seu time, dando palpites e tudo mais. É uma alegria!

Australia vs Argentina   Women s Hockey Champions Trophy 2014 Argentina Final  7 12 2014    YouTube

Acima você pode ver a alegria dos perfis (Inclusive eu torcendo para Las Leonas – Argentina)

Germany vs Netherlands   Men s Hockey Champions Trophy 2014 India Group B  7 12 2014    YouTube

E começa a partida! Todo o conteúdo que é gravado ao vivo depois é “upado” no canal do You Tube. Se caso eu perco alguma transmissão, tenho a possibilidade de assistir, com calma, em um outro horário. Neste momento é só felicidade, minha nerdice vai de 0 a 100 em poucos minutos: é gritaria, é teclados fazendo barulho o tempo inteiro, stress e felicidade.

Dei o exemplo da transmissão do Hockey Sobre a Grama, mas existem outros exemplos como shows, eventos, etc.

Seja nerd, pesquise, divulgue e esteja atento sobre tudo que lhe interessa. E, é claro: “May the force be with you! Or not, you can choose”.

*42

 ———————————————-

avatar_lucas_portilhoLucas Portilho
correio.portilho@gmail.com

Alguns o chamam de nerd, CDF ou geek, mas na verdade é tudo isso e mais um pouco! Tem mania de pesquisar tudo sobre tecnologia. Gosta de jogos eletrônicos e seu esporte favorito é o… Hockey Sobre a Grama (heim?). Pessoas sedentárias têm sua simpatia (afinal é uma delas). Quote: “May the force be with you, or not, you can choose!”

Como trocar os quadrinhos de papel pelos digitais com o Comic Flow

Os mais puristas surtam, mas a verdade é que colecionar papel está cada vez mais insustentável. E por insustentável leia-se: onde guardar? como conservar? como organizar? como localizar? como transportar?

Neste primeiro post da coluna iPad Only eu tento convencer você, fã de quadrinhos, a adotar as HQs digitais. Pode ser em qualquer tablet, mas – sabe cumé – eu sugiro um iPad…

Entre a nostalgia e a verdade…

Primeira edição de X-men que li
Essa foi a primeira edição que comprei. Confesso! Tudo começou assim, na década de 90, época em que X-Men passava na TV Colosso…

Ainda me lembro dos pacotinhos da Editora Abril chegando em casa recheados com X-Men, Homem Aranha, Capitão América, Hulk… Mas a primeira vez que peguei uma edição americana me deixou revoltada com aquele formatinho bizarro que a gente no Brasil tinha que engolir goela abaixo por não conhecer nada melhor. O tempo passou, o formato americano chegou enfim aqui e… eu já não tinha um buraco na estante para guardar mais nada. Conheço uma pessoa que mora sozinha em um apartamento de 3 quartos, sendo que o maior deles é uma biblioteca de HQs, com prateleiras de fora a fora. Se você, como eu, não pretende fazer uma casa de quadrinhos (e traças), tá na hora de migrar para o formato digital e deixar o fetiche de cheirinho de papel para as edições encadernadas, especiais, aquelas de capa dura que dão gosto de ter e de exibir na estante.

A doce espera com seus quadrinhos na mão

Tem coisa pior nessa vida que esperar? Se bem que tem: esperar quando você não está preparado para fazê-lo. Você vai a um lugar com hora marcada e mofa minutos que mais parecem horas, dias. Nada como sacar o tablet da bolsa e descobrir que sua coleção de quadrinhos está toda ali, na mão, inclusive com aquela listinha de comics recém-lançadas que você acabou de comprar (ou baixar – sacou?).

APP DA VEZ: COMIC FLOW

Independente de ter ou não um iPad, suponho que você, fã de quadrinhos, já tenha seu pequeno HD  lotado tanto com clássicos quanto com aqueles quadrinhos alternativos que você nem nunca leu. Convenhamos, ler no monitor é uma experiência péssima. Então vá por mim…

O que você precisa fazer

comic_flow_1

1 – Ter um iPad. Dá seus pulos…
Na minha opinião o iPad é o melhor tablet que você pode adquirir hoje. Os usos são infinitos… Mas boa sorte com os preços após essa alta do dólar (nada é tão ruim que não possa piorar).

2 – Baixar de graça o App Comic Flow na App Store
Há diversos apps para ler quadrinhos, mas hoje o melhor na app store é o Comic Flow. E é grátis…

3 – Sincronizar suas comics em formato .pdf, .cbz ou .cbr
Se você já leu alguma HQ em formato digital, com certeza conhece estes formatos.

E o conforto para ler?

Este slideshow necessita de JavaScript.

E aí, ficou tentado? Comece a ler quadrinhos, de preferência em inglês (bom para treinar!), junto com a data de lançamento nos EUA… e seja feliz com seu novo velho vício!

———————————————

avatar_renata_pradoRenata Prado
pradorenata@gmail.com

Multitask por natureza, é professora, pesquisadora, jornalista e doutoranda em Tecnologias de Comunicação e Cultura. Tem planos para dominar o mundo, mas boa parte do tempo fica feliz lendo um bom livro.  Ama cachorros, é vegetariana e possui sangue nerd correndo nas veias.

British or not British, this is the question

Britânicos são rudes? Tudo que falam têm duplo sentido? E o chá? É verdade que tomam o tempo todo?

Encontrar verdades e mentiras em relação ao comportamento britânico é muito comum na internet. Sou obrigado a confessar que acho os britânicos um dos povos mais icônicos do mundo. Tribos como Punks e Góticos nasceram na Inglaterra. Quer algo mais diferente do que isto?. Sobre este tema, de forma muito engraçada e criativa, foi feita no Ask Reddit uma pergunta: “Pessoas não britânicas do Reddit, o que dizer sobre a grosseria/intimidação britânica?”.

party hard

Até o momento (que eu estava escrevendo este post) 3528 pessoas responderam a pergunta no Reddit. Fiz uma compilação das 5  mais engraçadas, ou não tão engraçadas assim, seguidas de tradução:


5

Q: What is hp sauce. I see it here in NZ but I’ve never had it. It’s brown sauce but again what? (O que é molho HP. Eu vi aqui na Nova Zelândia mas eu nunca tinha experimentado. É um molho marrom, mas, novamente, o que é?)

A1: HP stands for Houses of Parliament, you can see a picture of them on the bottle. But basically it’s brown sauce. (HP significa Casa do Parlamento, você pode ver uma figura disto em uma garrafa (garrafa?). Mas, basicamente, é um molho pardo)risos

Q2: What the fuck is brown sauce? (Que p$%# de molho pardo é esse?) – mais risos

A2: A more savoury alternative to tomato sauce. So if you are eating a bacon sandwich, sure sometimes you want a bit of tommy on it, right? But every now and then you want something a bit different. Something with attitude, with a bit of a kick. (…) (Uma saborosa alternativa ao molho de tomate. Então se você está comendo um sanduíche de bacon, é certeza que algumas vezes você quer um pouco de pão com isto, certo? Mas de vez em quando você quer alguma coisa um pouco diferente. Alguma coisa com atitude…)


4

Q: Front doors that lock automatically when closed. Do locksmiths make a killing in England or what? (Portas da frente que trancam automaticamente quando fechadas. Os chaveiros ganham muita grana na Inglaterra ou o quê?)

A: No but drunk students spend a serious amount of time sleeping on their porches waiting for people to get up than they should. (Não, mas estudantes bêbados gastam uma quantidade séria de tempo dormindo na varanda esperando por pessoas se levantarem) – Punch! Round one! Fight!

the walking dead

A2: It would be hilarious to see an American try to do that in a British show. People are just sitting in the room, then you hear a bang and “Motherfucker! I hit my head” (Seria hilário em ver um Americano tentando fazer isto em um show britânico. Pessoas sentadas na sala, então você ouve um estrondo e “FDP! Bati a cabeça”) – O.K. esta não foi tão engraçada, mas vale o gif:

shakeit


3

Q: Hot Day? Looks like it’s time for boiling hot tea 🙂 (Dia quente? Parece que é hora para um chá quente fervendo) – Claro! Que delícia!

tea or hot gatorade?

A: What’s a hot day? (O que é um dia quente?)

A2: That’s just because it’s ALWAYS time for tea, regardless of anything else. (Isso é só porque sempre é hora para um chá, independente de qualquer outra coisa) – Por que né?


2

Q:How in the name of Lady Jane Grey does ‘Leicester’ only have two syllables? (Como no nome de Lady Jane Grey a palavra “Leicester” forma somente duas sílabas?) – ???

A: Leicester = lester Worcester = wuster Towcester = toester Cirencester = Cirencester. – Cara, precisa traduzir isto?

A:Loughborough = Luff-bruh – e isto?

A:I like to say ‘loo-gah-ba-roo-gah’ – tive que rir!

roar


1

Tenho que fazer uma salva de palmas. porque foi de fato muito criativo! 

joker

E, por fim, a última grande dúvida:

Q: Why is it so hard to you to say anything clearly with no double meanings? (Porque é tão difícil para vocês falaram qualquer coisa claramente sem duplo sentido?) – Ah! Para!

A: Never, ever go to China. (Nunca, jamais, vá para a China) – Para! É tão legal!

chinese

A: India too. Its like a comic-con, but everyone is dressed as Indian Guy. (Índia também. É como um Comic-Con, mas todo mundo está vestido como um Garoto Indiano) – Só de imaginar meus olhos enchem de lágrimas de tanto rir! Com todo o respeito!

aecio_gif


Para vocês terem uma noção de como esta pergunta foi disseminada na rede, a BBC divulgou um vídeo com os redatores do jornal simulando algumas das respostas dadas pelos internautas:

Risos e observações à parte, antes de julgar os britânicos como pessoas rudes e grossas, dê umas risadas com este Ask Reddit e conclua: independente da nação, “the zueira never ends”.

—————————————————————

avatar_lucas_portilhoLucas Portilho
correio.portilho@gmail.com

Alguns o chamam de nerd, CDF ou geek, mas na verdade é tudo isso e mais um pouco! Tem mania de pesquisar tudo sobre tecnologia. Gosta de jogos eletrônicos e seu esporte favorito é o… Hockey Sobre a Grama (heim?). Pessoas sedentárias têm sua simpatia (afinal é uma delas). Quote: “May the force be with you, or not, you can choose!”

De tudo um pouco. Cultura nerd, estilo de vida, tecnologia, comunicação, entretenimento e notícias.