Arquivo da tag: app

A febre do Dubsmash

Dublar agora é moda. Disponível para Android e iOS, o aplicativo Dubsmash possibilita combinar pronúncias, músicas e frases famosas com vídeos produzidos pelo usuário. O app  já foi baixado mais de 20 milhões de vezes, segundo o portal G1.

1181 Após trocar o idioma, você pode escolher as categorias das frases, como comédia, heróis, animações, Reality Show, novelas, entre Continuar lendo A febre do Dubsmash

Três aplicativos para estudar mais e melhor

Você se enquadra na categoria de estudantes que meticulosamente preparam o ambiente de estudos até que se sintam perfeitamente confortáveis e prontos para iniciar a jornada de leitura? Tem aquele hábito de procrastinar que pode, sim, conter alguma eficácia: colocar café na caneca, garrafinha de água à mão, folhas, cadernos, canetas, tudo milimetricamente organizado na mesa? Bom, agora há outra mania que pode ser útil: ter os melhores Apps para auxiliar no estudos. Afinal de contas caderno é coisa do passado e xerox é caro e anti-ecológico demais…

giphy

Continuar lendo Três aplicativos para estudar mais e melhor

Concorrente do Tinder, promete aproximar você da sua “cara-metade”

Você acredita em amor à primeira vista? Crê na existência de um deus romano chamado Cupido? E que ele é responsável pela maioria dos corações partidos ao redor do mundo?

Öèôðîâàÿ ðåïðîäóêöèÿ íàõîäèòñÿ â èíòåðíåò-ìóçåå gallerix.ru

“William-Adolphe Bouguereau (1825-1905) – Love on the Look Out (1890)” por William-Adolphe Bouguereau

 Se para todas estas perguntas a sua resposta foi sim, provavelmente você já passou pela infeliz experiência de nunca mais ver aquela menina, ou menino, que “esbarrou” em você no metrô, praça ou no ponto de ônibus.

E se ao invés de ir à cartomante, fazer promessas para um santo ou pesquisar por aquela pessoa compulsivamente na internet, você simplesmente baixasse um aplicativo focado em unir “cara-metades”?

Com mais de um milhão de usuários em algumas cidades europeias e norte americanas, o aplicativo happn “está dando o que falar”. Possivelmente um forte concorrente do Tinder, o app parisiense foi lançado em 2014 com intuito de “find the people you’ve crossed paths with” (encontre as pessoas que cruzou o seu caminho)

O aplicativo funciona com base na sua geolocalização. Você busca, nos locais por onde passou, pessoas que utilizam o mesmo aplicativo com base nos seus gostos, como leitura, atividades diárias e etc. Você tem a opção de apenas “curtir” aquela pessoa anonimamente, ou dar um “piscar de olhos” para demonstrar que você está afim.

Se ao encontrar a pessoa desejada “bater aquele climão”, ainda é possível bater papo pelo chat interno do app.

É claro, para aqueles que estão apenas a procura de novas amizades, o aplicativo também é “uma mão na roda”. Mas, sinceramente? Muitos vão concordar que o conselho de um bom amigo é muito superior à um aplicativo de celular. Eu não sou um dos melhores, mas eu acho que os meus conselhos tem funcionado bem para aqueles colegas e amigos ligeiramente “necessitados”.

Enfim, vale a pena o teste!

————————————————————————————————————

avatar_lucas_portilhoLucas Portilho
correio.portilho@gmail.com

Alguns o chamam de nerd, CDF ou geek, mas na verdade é tudo isso e mais um pouco! Tem mania de pesquisar tudo sobre tecnologia. Gosta de jogos eletrônicos e seu esporte favorito é o… Hockey Sobre a Grama (heim?). Pessoas sedentárias têm sua simpatia (afinal é uma delas). Quote: “May the force be with you, or not, you can choose!”

Continuar lendo Concorrente do Tinder, promete aproximar você da sua “cara-metade”

Shots: app para os amantes de Selfie

Para os amantes de selfies, lá vai uma dica de um aplicativo bem bacana: O Shots. O app é gratuito e está disponível para Android ou iOS.

B1jJrSOCAAIyU0fCom mais de 5 milhões de instalações, o Shots tem as funções de compartilhar fotos, conversar com os amigos usando o Reply Shot, curtir a fotos, compartilhar no Twitter, Facebook e Instagram, entre outros. Você também tem a opção de personalizar o seu perfil.

Shots-of-Me-screengrabsComo usuária, a desvantagem que achei no Shots é que não é possível aplicar filtros como no Instagram. Por outro lado o Reply Shot é bem legal.

reply-shot6

 

Aonde o jornalismo e histórias em quadrinhos se encontram

Qual é a frequência que você lê conteúdos noticiosos na tela do computador? As vezes você cansa de ler tanto conteúdo escrito da mesma forma? Um padrão que mais parece uma mídia impressa “maquiada” em bits e pixels?

Se eu estivesse no seu lugar respondendo a estas perguntas, responderia mais ou menos assim:

1ª: Eu leio notícias praticamente o tempo todo. Não somente no computador, mas também no celular;

2ª e 3ª: Me canso de ler conteúdos da mídia impressa que se repetem nos canais da internet. Muitas vezes com o mesmo formato, linguagem e etc. Sempre estou a procura de um conteúdo original e inovador;

E se todo o conteúdo jornalístico que você lê nas redes sociais, em buscas no Google, revistas digitais e páginas da internet, estivessem em um formato completamente diferenciado? Não precisa responder a esta pergunta imediatamente, mas adianto que com certeza eu gostaria de ler uma notícia que fosse planejada de forma mais próxima do meu gosto como leitor. Que tal fatos contados como se fossem estórias em quadrinhos? Já consigo imaginar seus olhos brilhando!

Melhor do que imaginar, é dizer a você que esta forma de contar histórias já existe e tem nome: Symbolia.

 symbolia-wordmark_WEB

Como o próprio conceito declarado na página oficial da Symbolia diz: “Symbolia is where comic books and journalism meet” (Symbolia é onde história em quadrinhos e jornalismo se encontram)

Criada pela comunicadora Erin Polgreen e pelo ilustrador Joyce Rice, a revista digital tem uma proposta muito interessante: contar histórias jornalisticas de forma emersiva e original utilizando o formato de quadrinhos. Se você é nerd e gosta de ler HQs, está aí uma boa oportunidade para ler um conteúdo informativo fora do padrão “preto no branco”.

symbolia-1

Toda história que a dupla pretende contar para sua audiência, passa por um processo de pesquisa, apuração e divulgação. Mas para que todo o trabalho seja realizado cada edição da revista passa por um processo de financiamento. A Symbolia utiliza o financiador coletivo Kickstarter para levantar fundos para o projeto.

Com um preço muito acessível, as revistas são lançadas na internet através da App Store, em formato de PDF ou Kindle. O valor pode variar de acordo com a plataforma selecionada (eu indico as versões disponíveis na App Store ou Kindle, pois em ambos você pode ver algumas ilustrações animadas).

Caso você se sinta muito interessado em comprar uma edição da revista mas está sem um tostão no bolso eu lhe entendo, mas não fique triste! Parte das histórias são disponibilizadas no Tumblr oficial do projeto. Vale a pena dar uma passada por lá e conferir o trabalho incrível que a dupla realiza. Se renove lendo um conteúdo jornalístico de forma inovadora e divertida.  Anyway, enjoy it!

tumblr_neku3khbzj1rqjcjlo1_1280 tumblr_neku3khbzj1rqjcjlo2_1280tumblr_neku3khbzj1rqjcjlo3_1280tumblr_neku3khbzj1rqjcjlo5_1280  tumblr_neku3khbzj1rqjcjlo4_1280

—————————————————————

avatar_lucas_portilhoLucas Portilho
correio.portilho@gmail.com

Alguns o chamam de nerd, CDF ou geek, mas na verdade é tudo isso e mais um pouco! Tem mania de pesquisar tudo sobre tecnologia. Gosta de jogos eletrônicos e seu esporte favorito é o… Hockey Sobre a Grama (heim?). Pessoas sedentárias têm sua simpatia (afinal é uma delas). Quote: “May the force be with you, or not, you can choose!”

Pare de drama e conheça o Fahlo, um aplicativo que vai te deixar mais próximo do seu ídolo

A verdade é que todo fã reclama que “Vida de fã brasileiro não é fácil”. Eu até concordo, em partes. Já pararam para pensar que nossos ‘tiozões’ passaram por cada perrengue? Pois é. Lembro-me do meu cunhado tendo que rebobinar a fita cassete para ver um filme de Rap que era da hora na época. Isso lá em 2000?

E se você não conhece uma fita cassete, TCHARAM:

14968863_2

Mas não é só isso. Fico imaginando os nossos ‘tiozões’ lá pela década de 80/90 ouvindo aquela música massa na rádio e “Deixa eu pesquisar na internet… Não pera”. Pois é, o lance é esperar ela tocar de novo para gravar em uma fita. #TrueLife.

tumblr_inline_mm4w68FpOt1qz4rgp

E para conhecer outros fãs com o mesmo gosto? Ser notado pelo ídolo? Marcar encontros de fã? Interagir? Viver sem o lema “the zueira never ends”? Ter música do álbum que nem foi lançado sendo vazada? Não sei você, mas eu não consigo me imaginar no mundo em que os nossos ‘tiozões’ viveram.

Então vamos falar da atualidade?

Hoje, além dos fãs consumirem conteúdo, também produzem (mas vamos deixar para falar da produção em outro post), e o mais legal é que esse universo tecnológico está aproximando cada vez mais o fandom de seu ídolo. Quem iria imaginar isso algum dia? Para muitos, o ídolo é um Deus que não pode ser tocado, mas isso é lá na época do nosso ‘tiozão’ que colecionava disco de vinil.

Para este primeiro post, pensei em trazer uma novidade #cool para quem é fã e quer ficar por dentro de tudo. Já conhece o Fahlo? Corre pra baixar. Esse aplicativo te deixa mais perto de artistas, programas de TV, filmes, comediantes e esportes. As notificações do grupo/artista que você segue chegam diretamente no seu celular. No Fahlo você possui conteúdos exclusivos e interage com fãs do mundo inteiro.

fahlo-a491a3-h900

Até aí está gostando? Mas como “vida de fã não é fácil”… Você precisa recompensar para acessar os conteúdos exclusivos. Assim, toda vez que você compartilha, comenta ou curte algum conteúdo, ganha ‘moedas’ para desbloquear vídeos ou trocá-las por um álbum autografado, chats ao vivo e muito mais.

fahlo-a14253-h900

O aplicativo possui mais de 100 mil downloads até o momento. O conteúdo publicado é em inglês (o que é bom para praticar, mas prejudica fãs que não tem o domínio da língua). Dentre os artistas e programas de TV que já aderiram ao Fahlo estão: Justin Bieber, Alli Simpson, Ariana Grande, AwesomenessTV, Bastille, Blink 182, Chase Rise, Cody Simpson, Funny Or Die, GRL, Fall Out Boy, Imagine Dragons, Little Mix, Usher, Ludacris, entre outros.

E o que mais tem de legal no Fahlo?

Que bom que perguntou. Você pode fazer perguntas para o seu ídolo (vai na sorte pra ele te responder), fazer perguntas para outros fãs sobre algo relacionado ao fandom, postar suas fotos preferidas, além é claro, de estar divulgando o trabalho dele para outras pessoas que talvez não conheçam. E aí, curtiu o Fahlo? O app é gratuito e está disponível para Android ou iOS. Confira o link para baixar:

Baixar Fahlo para Android

Baixar Fahlo para iOS

Curtiu?

joinha

Agora vem dizer que vida de fã não é fácil. Deixe nos comentários o seu maior drama como fã.

——————-

avatar_camyla_oliveiraCamyla Oliveira
camylasoliveira@gmail.com

É estudante de Jornalismo na FESJF (em dúvida). Nas horas vagas gosta de ouvir música, assistir séries, filme (menos terror!), ler, escrever, dormir, estar com os amigos, entre outras coisas que não exija esforço físico. Amante do inverno, se sente indisposta quando a estação do ano é verão (lê-se inferno). Sonhadora, ainda tem esperanças de descobrir que criaturas míticas existem. Na pré-adolescência seu hobbie preferido era fazer “showzinhos” do grupo mexicano RBD. Na adolescência descobriu Justin Bieber, e bem… Já disse que ela AMA chocolate?

Rascunhos artísticos em guardanapos nunca mais

Constantemente me impressiono com a velocidade dos avanços tecnológicos. Talvez a área da arte esteja sendo a mais favorecida com este progresso. É claro que todas as áreas do saber acabam sendo influenciadas pela habilidade que os meios artificiais possuem. Porém nunca na história da humanidade ficou tão fácil produzir algo ao mesmo tempo artístico e original. Provavelmente fomos fortemente impactados pela quantidade (praticamente infinita) de informações submetidas, às vezes, “goela abaixo”.

Aproveitando este tema “Big Data“, vamos botar a cabeça para funcionar! Imagine essa situação: você está na rua, mais precisamente em um coffee shop, tomando um delicioso café. De repente sua mente começa a trabalhar de forma tão impulsiva que você se sente obrigado a pegar um pedaço de papel e começar a rabiscar. Neste momento tudo pode servir de rascunho para um possível projeto: guardanapo, cupons de compra, as mãos, um pedaço de folha de papel e por aí vai.

Neste ponto, comecemos a sonhar: e se existisse uma forma de você rabiscar as suas ideias analogicamente e, de forma automática, passasse todo o trabalho para a tela do computador? Melhor ainda! Imagine a possibilidade de você passar todo aquele conteúdo produzido “a papel e lápis” para um software da Adobe, como, por exemplo, o Illustrator ou Photoshop?

Seus problemas acabaram“, pois um anúncio feito no dia 20 de Novembro na página do blog da Adobe veio para revolucionar o modo de produção artística mundial: a criação de um caderno que “conversa” com um aplicativo ligado ao celular, ou a um tablet, que converte os seus rabiscos em pixels. Como? Veja o vídeo a seguir para você ter uma ideia de como funciona:

A TechCrunch recentemente também publicou um vídeo mostrando a experiência dos especialistas do canal ao utilizar a nova ferramenta. E há de convir… como foi dito no próprio título da matéria: “Using Moleskine’s New Smart Notebook is Like Magic” (Usar o Novo Caderno Inteligente da Moleskine é Como Mágica).

Para a utilização da ferramenta, é necessário ter instalado no seu dispositivo iOS (os usuários de Android ainda não possuem o acesso a tal ferramenta) um aplicativo disponibilizado na AppStore gratuitamente. Após instalar o app no aparelho, basta começar a fazer os seus rascunhos no caderno inteligente, para torna-los digitalizados através do “Moleskine Criative Cloud Connected”. Seguindo os passos da imagem abaixo, é possível ter uma ideia de como é feito o processo de digitalização:

moleskine

Pensem nas possibilidades de criação de conteúdo? Toda delicadeza das mãos “analógicas” agora poderá ser interpretada pelo seu celular ao alcance de um “click” “toque”.

Tatuadores, designers, pintores, desenhistas e outras profissões que exigem precisão na hora do “rabisco”, poderão utilizar esta ferramenta de forma auxiliar no desenvolvimento de ideias. Porque o limite não está no alcance das mãos, e sim na imaginação. And then, may the force be with you. Or not, you can choose.

—————————————–

avatar_lucas_portilhoLucas Portilho
correio.portilho@gmail.com

Alguns o chamam de nerd, CDF ou geek, mas na verdade é tudo isso e mais um pouco! Tem mania de pesquisar tudo sobre tecnologia. Gosta de jogos eletrônicos e seu esporte favorito é o… Hockey Sobre a Grama (heim?). Pessoas sedentárias têm sua simpatia (afinal é uma delas). Quote: “May the force be with you, or not, you can choose!”